Tudo Junto & Misturado

CIRCULANDO PELA REGIÃO

28 mil veículos deixaram de circular pelas estradas da Região, comparando os números do Carnaval de 2017 e 2016

a-asp340

Seria a crise ou a divulgação intensa pela grande mídia de que poucas Cidades ofereceriam as folias de momo no Circuito das Águas?

Em 2016, durante a Operação Carnaval, a Concessionária da SP-340, registrou movimento de 129 mil veículos na pista norte do Pedágio Jaguariúna (sentido Campinas/Circuito das Águas e Sul de Minas Gerais). Aquela operação foi realizada entre zero hora de sexta-feira (5/2/2016) e meia-noite de (10/2/2016). Naquele período foram registrados 22 acidentes, com 14 vítimas leves, cinco graves e uma morte. Realizaram-se 955 atendimentos aos usuários, incluindo serviços de guincho e socorro mecânico.

Já em 2017, durante a Operação Carnaval, a Concessionária registrou movimento de 101 mil veículos na pista norte do Pedágio Jaguariúna (sentido Campinas/Circuito das Águas/Sul de Minas Gerais). A operação especial aconteceu das 18 horas de sexta-feira (24/02/2017) até 12 horas de (01/03/2017), conforme determinação da Artesp. Neste período foram registrados nove acidentes, com cinco vítimas leves e duas graves. Realizaram-se 669 atendimentos aos usuários, incluindo serviços de guincho e socorro mecânico. (Dados Renovias)

Vândalos depredam patrimônio público em Holambra

a-aholambra-vandalismo

Holambra tem fama de ser uma cidade bonita e tranquila, onde poucos acontecimentos – na maioria das vezes positivos – costumam quebrar a rotina pacata do dia a dia, mas parece que há pessoas dispostas a acabarem com essa característica na Cidade das Flores. Vários patrimônios públicos foram alvos de vandalismo e depredação.

Nada menos que quatro postes e seis refletores instalados na ciclofaixa de acesso ao bairro Imigrantes foram quebrados e cinco árvores plantadas nesse mesmo local foram cortadas e derrubadas. Já na Alameda Maurício de Nassau, quatro vasos e quatro refletores foram completamente destruídos. O prejuízo, como sempre, nessas situações, será pago com dinheiro público, e de acordo com uma estimativa feita pela Prefeitura, é de aproximadamente R$ 10 mil. Fonte/foto: Jornal Cidade de Holambra

Coleta de sangue dos doadores voluntários de Amparo será no dia 28 de março

a-adoacao-de-sangue

A coleta de sangue realizada mensalmente pelo Hemocentro da Unicamp, em Amparo, tem data e local definidos. Neste mês de março de 2017 será no dia 28, última terça-feira do terceiro mês do ano, na Sociedade São Vicente de Paulo, que fica na Rua Rodrigo Silva, 171, Centro. O atendimento dar-se-á das 9h às 12h.

Vale lembrar que os candidatos a doação de sangue que foram vacinados contra o vírus da febre amarela devem aguardar quatro semanas, a partir da data da vacinação, para doar sangue. Já os candidatos que foram infectados pelo vírus serão considerados inaptos para doação por um período de seis meses.

As recomendações foram divulgadas no último dia 2 de março, por meio de Notas Técnicas conjuntas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Saúde. A medida inclui a triagem de doadores de órgãos e tecidos e visa a prevenção da transmissão do vírus da febre amarela. (Ilustração Internet)

Vice-prefeito de Itapira pede exoneração da Secretaria de Administração

a-afirmino

O vice-prefeito de Itapira, Firmino Sanches Filho (PR) pediu exoneração da Secretaria Municipal de Administração. A saída da foi formalizada na última sexta-feira (3/março). O vice acumulava o comando da pasta administrativa com a função para a qual foi eleito juntamente com o prefeito José Natalino Paganini (PSDB) desde o início do mandato. Firmino segue atuando como vice no governo municipal. No final da noite de sexta-feira, as notícias chegaram a dar conta de que o vice-prefeito teria renunciado a seu cargo. Os boatos chegaram a circular, por exemplo, em aplicativos de mensagens instantâneas, porém o que se confirmou foi somente sua exoneração da Secretaria de Administração, por motivos de ordem particular, pois projetos pessoais estariam exigindo maior dedicação. (Foto divulgação)

Motorista cai em ribanceira com caminhão e morre na SP-340

a-acidente-sp340

O produtor rural Luis César Quintiliano, 43 anos, morador nas Chácaras Alvorada, em Mogi Guaçu, morreu no início da manhã deste domingo (5/março) na Rodovia SP 340, na altura do KM 156, sentido Campinas, próximo ao Posto Varanda, em Mogi Mirim. Ele sofreu um grave acidente e estava sozinho no caminhão VW Delivery, carregado de legumes, seguindo para Campinas, quando um pneu estourou.  Segundo o apurado, teria perdido o controle do veículo, saindo no acostamento e caindo em uma ribanceira existente no local. O caminhão capotou diversas vezes e causou a morte instantânea de Luis. Equipes de Resgate da RENOVIAS e Corpo de Bombeiros estiveram no local e nada puderam fazer pela vítima. A Polícia Científica esteve presente e realizou os trabalhos de perícia. A Polícia Rodoviária também se fez presente e elaborou o B.O. O caminhão foi removido do local e o corpo de Luis conduzido para o IML de Mogi Guaçu. (Fonte/foto: Mogi Guaçu Acontece)

DE ORELHA EM PÉ

Balanço da ANATEL aponta que moradores do prefixo 19 desativaram mais de 400 mil linhas de celular em um ano

a-acelular

As 73 cidades que utilizam o prefixo 19, na telefonia móvel – celular –  fecharam janeiro com queda de 67.871 linhas, em relação ao mês de dezembro de 2016. Foram 2.262 desligamentos por dia. Os dados são do último balanço da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgado no final da semana passada.

No comparativo entre os meses de janeiro deste ano com o anterior, a queda de linhas ativas chega a 443,7 mil. Em janeiro deste ano, a região registrava 8,7 milhões de chips ativos, contra 8,8 milhões em dezembro do ano passado. Em janeiro de 2016, os números chegavam a 9,2 milhões de linhas ativas. FONTE G1

PROVOCAÇÃO DO DIA

Porque será que a Banana Prata fica bem ao lado da Banana Maçã nos Supermercados?

a-abanana

Por questão de marketing está junto com as demais. Muitas vezes é semelhante a banana maçã, no tamanho e na coloração da casca, o que induz ao erro. E ao final, o consumidor sempre acaba levando uma pela outra e pagando pela mais cara. Por acaso, quantas vezes o caixa perguntou: é maçã ou da terra? Você pela honestidade e pelo modo como foi criado, responde: banana maçã. E pronto, já tá levando gato por lebre…

E não me venham com a desculpa de que presença do produto na gôndola é um dos principais fundamentos do consumo, ou seja, a mercadoria deve estar onde o consumidor a procura. Os consumidores podem até estarem cada vez mais criteriosos e exigentes – o que poderiam fazer a diferença – porém, muitas vezes são induzidos pela distribuição – layout – a levar gato por lebre, ou seja banana da terra por banana maçã, ou mesmo qualquer outro produto semelhante, por um preço incrivelmente maior, se estiver ao lado daquele que normalmente compra e que não atentou para o código de barras que está na etiqueta do preço e que mostra um valor menor…só para completar: o brasileiro consome, em média, 27 quilos de banana ano. Se toda vez, levar metade de cada um dos tipos e pagar pelo mais caro, vai ter um prejuízo bravo, já que o preço da banana maçã e mais que o dobro do da banana prata.(Ilustração Internet).

CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE!

 Cantareira registra o maior nível dos últimos 5 anos

a-ajaguari-rio-cantareira

O Sistema Cantareira atingiu o seu maior nível de água nos últimos cinco anos. No sábado 4 de março, os reservatórios operavam com 63,3% da capacidade de volume útil, segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O índice é o melhor desde 2012, quando o volume dos reservatórios sofreu uma queda vertiginosa que culminou na maior crise hídrica dos últimos 80 anos e levou ao racionamento de água em diversas cidades abastecidas pelo manancial. A recuperação foi possível graças a maior ocorrência de chuvas na região desde 2015. Especialistas alertam, entretanto, que é preciso continuar investindo em sistemas de armazenamento, no tratamento de efluentes e nas ações de conscientização.

No dia 31 de janeiro de 2012, o Cantareira tinha um volume armazenado de 75,8%. Em janeiro de 2013, o índice já era bem menor, 52,3%. Em 2014, no mesmo período era de 22,2% e em 2015 chegou a 5,1%. A partir deste mesmo ano começou a recuperação. Em 31 janeiro de 2016, o sistema já operava com 16,1% da capacidade de volume útil, chegando a 63,3% ontem, com 908 milhões de metros cúbicos (m³) de água armazenados.

A Sabesp considera atualmente três índices de medição. O primeiro considera o volume armazenado, incluindo as duas cotas do volume morto, dividido pelo volume útil do sistema. No sábado, este índice estava em 92,5%. O segundo índice é calculado com base no volume armazenado na capacidade total, incluída a área do volume morto. Já o terceiro índice leva em consideração o volume armazenado, menos o volume morto, dividido pelo volume útil dos reservatórios.

O professor da Unicamp, Antônio Carlos Zuffo explica que a situação é bem mais confortável, mas é preciso lembrar que os próximos seis meses serão de seca. “A partir de abril, as entradas passam a ser menores que as saídas e isso deve consumir o volume armazenado até setembro”, afirma. Segundo Zuffo, ainda estamos reféns do clima. A partir da crise, segundo ele, houve uma redução real do consumo de água, o que tem auxiliado na preservação dos volumes armazenados nos reservatórios e traz um pouco mais de segurança. Ele ressaltou uma série de medidas que podem aumentar a segurança hídrica, entre elas a construção de mais reservatórios e o tratamento da água. (Fonte Correio Rac – foto arquivo PAG- Rio Jaguari).

REFLEXÃO DO DIA

“De tudo, ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando…
A certeza de que precisamos continuar…
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar…

Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo…
Da queda, um passo de dança…
Do medo, uma escada…
Do sonho, uma ponte…
Da procura, um encontro…”

Fernando Pessoa

CONVERSA AO PÉ DO OUVIDO

Agora a gorjeta tem de ser compartilhada, sem choro!

a-agorjeta

 

Isso ocorre em todo o País. Você Sabia que, na maior parte dos casos, a gorjeta que é dada ao garçom não fica com ele? Vai parar nas mãos do dono do estabelecimento. Pois agora a situação será diferente. A  Câmara dos Deputados  aprovou lei que estabelece: o proprietário pode reter apenas 20% dos 10% pagos pelos clientes como cartão e custos. A gorjeta continua opcional.  A lei incentiva os clientes a pagar em dinheiro diretamente ao garçom. Há pesquisas que apontam que os garçons podem ganhar mais com gratificações do que com o próprio salário. Só que nem sempre a partilha – cobrada pelos 10% na nota – foi feita de acordo.

Bares e restaurantes que cobram gorjeta terão dois critérios de rateio. O empregador que estiver inscrito em regime de tributação federal diferenciado (Simples) poderá reter 20% da arrecadação da gorjeta e terá de dar os outros 80% ao garçom. No caso das empresas não inscritas no regime, a retenção será de até 33%. A gorjeta entregue diretamente ao garçom terá seus critérios de distribuição definidos em convenção ou acordo coletivo.

Na carteira de trabalho, o empregador terá de anotar o valor fixo do salário e a média dos 12 meses dos valores provenientes da gorjeta. Se o empreendedor deixar de cobrar a taxa de serviço após 12 meses, a média do que o garçom recebia no período de um ano será incorporado ao salário. O empregador que não seguir a nova regra estará sujeito a pagar ao trabalhador multa de 1/30 da média da gorjeta por dia de atraso, limitado ao piso da categoria. (ilustração Internet)

ARREMATANDO

Em Caxias do Sul, prefeito telefona para médico ausente em postinho e vídeo viraliza

“Você poderia me dizer qual é o motivo da sua ausência aqui na UBS – Unidade Básica de Saúde? – É o seu dia de plantão. Tem 16 pacientes na sua agenda e o senhor não está aqui atendendo”, questiona Daniel Guerra (PRB), novo prefeito de Caxias do Sul, cidade da serra gaúcha. A ligação foi feita dentro de uma UBS, na última quinta-feira 2 de março, para um médico, funcionário público, que não estava no trabalho. O momento foi filmado e publicado na página da prefeitura no Facebook. Em menos de 24 horas, o vídeo teve mais de 123 mil visualizações, 4.879 compartilhamentos e 1.100 comentários, a maioria de apoio ao prefeito. “Seu salário está em dia. Então, que cumpra seu papel de servidor. Gostaria que o senhor ponderasse, em respeito à população”, disse o prefeito ao médico, antes de desligar o telefone.

A paralisação dos médicos realizada nos dias 1º, 2 e 3 de março impactou negativamente no atendimento à comunidade. Nos três dias, 2.249 consultas deixaram de ser realizadas em Caxias do Sul.

O prefeito Daniel Guerra manifestou-se sobre a paralisação dos médicos do Município. Na ocasião, ele reiterou seu compromisso com a qualidade do atendimento prestado à população na rede pública de saúde e com a legalidade, no que se refere ao cumprimento da carga horária com registro do ponto por parte dos médicos concursados. O Município entrou com uma ação na Justiça pedindo a ilegalidade da greve, tendo em vista que a Administração não foi oficialmente avisado sobre essa paralisação pela entidade que representa os servidores públicos (Sindiserv). (Prefeitura de Caxias do Sul)

Por enquanto, é o que há!

E a vida continua. Trate bem os amigos e jamais dê as costas aos “inimigos”, pois eles respeitam os que os não temem e os que os desafiam. Afinal, todos precisam de alguém e têm histórias interessantes para contar!

 

Anúncios